Nova Mutum é destaque durante encontro do “Projeto Luz” na sede Ministério Público em Cuiabá

25/06/2018 08h55 - Atualizado em 25/06/2018 08h55
Por: Edinaldo Nogueira – Assessoria

"O Projeto Luz", realizado em Nova Mutum, através de uma iniciativa do Ministério Público Estadual em parceria com a Prefeitura Municipal foi tema de um Encontro Estadual na última quinta-feira, 21, em Cuiabá. O intuito do encontro foi debater a padronização do atendimento às crianças e adolescentes vítimas de abuso sexual. A proposta é encontrar alternativas para evitar a revitimização.

 

O procurador de Justiça Paulo Roberto Jorge do Prado, titular da Procuradoria Especializada na Defesa da Criança e do Adolescente, quer levar para todo estado o projeto desenvolvido em Nova Mutum. "O Ministério Público abre as suas portas para juntos, sem a preocupação de acertar na forma ou na linguagem, encontrarmos alternativas para a garantia dos direitos de nossas crianças e adolescentes. Vamos aprender uns com os outros a melhor maneira de construirmos um mundo melhor", ressaltou.

 

O procurador-geral de Justiça, Mauro Benedito Pouso Curvo, agradeceu aos parceiros da iniciativa e reforçou a necessidade do trabalho integrado entre as instituições. "Com a somatória de esforços de instituições diversas, em harmonia, com coordenação e com foco, é possível assegurar em todo o Estado um atendimento com a maior dignidade possível às crianças vítimas de abuso sexual, evitando que sejam revitimizadas", enfatizou.

O vice-prefeito Leandro Félix Pereira, que representou o município enalteceu os envolvidos com o projeto e destacou que é através do esforço mútuo de cada integrante da rede de proteção que os direitos das crianças e adolescentes serão assegurados. "Estamos tendo ótimos resultados em Nova Mutum, todos os parceiros estão super comprometidos com o projeto e isso é fundamental para que possamos alcançar todo sucesso. Queremos com isso, assegurar que os direitos das crianças e adolescentes sejam preservados", acrescenta.

 

Para o presidente da Associação Mato-grossense do Ministério Público (AMMP), promotor de Justiça Roberto Aparecido Turin a disposição das instituições em discutir a temática traz esperança. "Vivemos em um país em profunda e constante crise, seja econômica, familiar ou social, mas mesmo assim ainda encontramos pessoas em todas as instituições preocupadas em ajudar crianças e adolescentes que já foram vítimas de abuso sexual, para que não sejam revitimizadas pelo próprio sistema. Com certeza colheremos bons frutos desse importante encontro", observou.

"Esse é o momento de trocarmos ideias e informações. O nome do projeto – Luz – é sugestivo. É preciso sair das trevas da ignorância, da vaidade, do egoísmo e caminharmos rumo a luz, da parceria, do entendimento e da conversa mútua entre todos poderes constituídos para encontrarmos juntos uma saída para nossa infância que tanto sofre nos mais distantes locais que atuamos", acrescentou o juiz da 2ª Vara Cível de Jaciara, Valter Fabrício Simione da Silva, no ato representando o presidente do Tribunal de Justiça.

O evento aconteceu na sede do Ministério Público e contou com participação do procurador-Geral de Justiça, Mauro Benedito Pouso Curvo, do procurador de Justiça Paulo Roberto Jorge do Prado, do vice-prefeito de Nova Mutum Leandro Félix, do presidente da Associação Mato-grossense do Ministério Público (AMMP), promotor de Justiça Roberto Aparecido Turin, do Juiz da 2ª Vara Cível de Jaciara, Valter Fabrício Simione da Silva, do comandante Geral da Polícia Militar – cel. Marcos Vieira da Cunha, da delegada Geral adjunta da Polícia Civil, Sílvia Maria Pauluzi, do secretário adjunto de Estado de Segurança Pública, do cel. Jonildo Assis e do chefe de Gabinete da Prefeitura de Nova Mutum, João Batista.

Além da Prefeitura, são parceiros do projeto as instituições Polícia Militar, Bombeiro Militar, Polícia Judiciária Civil, Conselho Tutelar, Poder Judiciário, Igrejas, Orquestra Jovem, Hospital Municipal e demais órgãos ligados a defesa de crianças e adolescentes.