Mulheres do Distrito de Ranchão serão capacitadas em costura industrial através do Projeto Japuíra

13/03/2019 10h34 - Atualizado em 13/03/2019 10h34
Por: Edinaldo Nogueira - Assessoria
 

Iniciou nesta terça-feira, 12, a primeira turma do curso de costura industrial ofertado para mulheres do Distrito de Ranchão (Distante 50 km de Nova Mutum), através de uma parceria da Prefeitura com o Instituto Matogrossense de Algodão (IMAMT). O projeto atenderá 17 mulheres através da capacitação em confecção de camisetas em malha.

Criado em 2004, o Projeto Japuíra já percorreu dezenas de municípios, beneficiando mais de 3.500 pessoas, principalmente mulheres, que buscam qualificação profissional visando encontrar uma nova fonte de renda.

O IMAMT oferece as instrutoras capacitadas, máquinas de costura industrial e material para a realização do treinamento (tecidos e linhas), que dura aproximadamente três meses. Ao final do treinamento, as máquinas permanecem com o grupo por um ano em regime de comodato. O curso terá a carga horária de 520 hora-aula.

Para que o projeto pudesse acontecer a Prefeitura de Nova Mutum reformou um espaço que havia na comunidade e estava desativado. O local que era aberto foi fechado e adaptado com janelas, portas e o projeto elétrico. Foram investidos cerca de R$ 80 mil reais.

O Secretario de Indústria, Comércio e Turismo Jimmy Huppes, destacou que o grande objetivo desse projeto foi oportunizar as mulheres que residem no Distrito de Ranchão qualificação profissional visando o acesso ao mercado de trabalho. "Aqui por ser uma comunidade rural, os homens vão trabalhar nas fazendas e as mulheres ficam em casa geralmente só com afazeres domésticos, e esse curso vai oportunizar as mulheres conhecimento em corte e costura industrial e após o treinamento elas poderão decidir se abrem uma cooperativa, associação ou até mesmo se cada uma abre seu próprio negócio e dessa forma agregarem renda ao orçamento da família", destaca.

Para o vice-prefeito Leandro Félix, a parceira com o Instituto Matogrossense do Algodão foi acertada, uma vez que o projeto Japuíra é tradicional em Mato Grosso e tem condições de promover uma grande transformação para as mulheres que vão participar do projeto. "Essas mulheres sairão daqui grandes profissionais com condições de tornarem empreendedoras de sucesso, isso é a nossa gestão presente na cidade e nas comunidades do interior", enfatiza

O vice-presidente da Câmara de Vereadores Cristiano Bicô falou que esse projeto é fruto dos esforços da gestão municipal que entendeu a importância de promover essa qualificação às mulheres que residem na comunidade. "Desde que começamos a trabalhar esse projeto a gestão municipal deu todo apoio, o prefeito Adriano Pivetta e o vice-prefeito Leandro Félix determinaram a reforma do barracão da feira, e hoje estamos aqui fazendo essa aula inaugural de um projeto que pode mudar a vida dessas mulheres," ressalta.