Nova Mutum sediará Fórum sobre Ferrovias e a Integração dos Modais

01/11/2017 16h53 - Atualizado em 01/11/2017 16h53
Por: Edinaldo Nogueira – Assessoria

A Prefeitura de Nova Mutum realiza dia 23 de novembro o fórum "Ferrovias e Integração dos Modais". O evento reunirá as principais entidades do agronegócio, autoridades estaduais e nacionais para fortalecer o debate de propostas estratégicas a serem exploradas pelo setor de logística no Brasil.

Neste contexto, a Prefeitura de Nova Mutum, em parceria com o Governo do Estado de Mato Grosso, Ampa, Aprosoja, Movimento Pró-Logística e o Fórum Pró-Ferrovia, reunirá investidores, líderes do agronegócio e autoridades estaduais e federais para resgatar propostas estratégicas e fortalecer a defesa da integração dos modais de transporte, criando estímulo à instalação de sistemas industriais e tecnológicos na área dos traçados das futuras ferrovias.

O intuito é retomar as discussões sobre a situação das ferrovias em Mato Grosso e incentivar projetos de investimento e expansão da malha ferroviária no País.

 

O prefeito Adriano Pivetta confirmou que estarão presentes no evento o presidente do Banco Nacional do Desenvolvimento Social (BNDES), Paulo Rabello, o presidente da Agência Nacional de Transportes Terrestres Jorge Bastos, o governador do Estado – Pedro Taques, o presidente da Rumo Logística – Julio Fontana, além de diretoras das grandes tradings que atendem o setor agro.

De acordo com Adriano Pivetta mesmo que os investimentos em ferrovia tenham perdido fôlego nos últimos anos, a demanda do setor privado por soluções no setor ferroviário segue em alta. "Sabemos dos grandes gargalos que temos em relação a logística para escoarmos nossa produção, precisamos buscar novas alternativas e mesmo diante do cenário de crise, vejo que é possível seguirmos com esse debate para quem Nova Mutum entre na rota das discussões e no futuro tenhamos em nossa cidade um porto seco", acrescenta.

 

Adriano Pivetta cita ainda que é hora de aproveitar a retomada do crescimento do PIB nacional para deixar a crise para trás construindo um novo Brasil. "A iniciativa privada é quem tem sustentado a economia de nosso País, com isso, vamos estimular ainda mais esse setor para atrairmos importantes investimentos em diferentes modais de transporte e gerar empregos e divisas para nossa economia", destaca.